CASO PRÁTICO

Manter pessoas e espaços seguros e produtivos  durante a COVID-19

A COVID-19 transformou os espaços de trabalho de uma forma que ninguém poderia ter imaginado, com muitas instalações obrigadas a um confinamento parcial ou total. As nossas equipas dos Serviços Técnicos têm estado à disposição em todas as etapas, apoiando os clientes através de um aconselhamento estratégico e planeado, ajudando-os a manter, encerrar e reabrir edifícios com segurança. 

Group-UK Case Technical
Com as novas exigências de continuidade da atividade impostas pela Covid-19, os nossos clientes tiveram de adaptar a sua atividade profissional e operacional nos seus edifícios a um ritmo sem precedentes. Martin Harvey, Diretor de Engenharia e Gestão de Ativos, da ISS UK, explica como ajudámos os clientes a resolver dificuldades técnicas.

Para as nossas equipas de Serviços Técnicos, isso significou ter vantagem em utilizar os procedimentos operacionais e os planos de continuidade do negócio da ISS, abrindo, ao mesmo tempo, novos caminhos com um pensamento inovador. “O papel decisivo dos nossos engenheiros no apoio aos clientes foi garantir que os seus edifícios funcionassem de modo eficiente e seguro durante este tempo de crise,” explica Martin. “Isto envolveu a nossa experiência para planear cuidadosamente como desocupar, manter e depois regressar aos edifícios, ajudando, ao mesmo tempo, a manter as pessoas seguras no trabalho.”
Colaboração global e partilha de conhecimentos
Em cada caso, as nossas equipas dos Serviços Técnicos colaboram com os clientes para definirem a melhor abordagem. Isto envolveu criar estruturas para fornecimento de serviços de manutenção planeada e não planeada, assegurar de forma realista e eficiente a desativação de planos e preparar planos de reativação, bem como futuros programas que identifiquem a conformidade, quer das necessidades contratuais como das exigências legais diretas.

Aplica-se internamente a mesma abordagem colaborativa. Possuímos uma rede de engenheiros a nível global que reúne especialistas de diferentes setores, desde os transportes, telecomunicações, serviços financeiros e saúde, isto referindo apenas alguns.

De acordo com Martin, esta rede revelou-se extremamente valiosa. “Os nossos engenheiros responsáveis reuniam-se regularmente para partilhar conhecimentos e ideias à medida que a situação da Covid avançava. Isto significou que podíamos responder rapidamente a situações desafiantes, utilizando as informações mais atualizadas e as melhores práticas disponíveis.”

Flexibilidade corresponde a abordagens sistemáticas
Quando planeamentos como manter, desativar e reabrir edifícios, o nosso principal objetivo é sempre garantir ambientes seguros e cumpridores que promovam o bem-estar físico e mental. Isto é verdade durante o normal funcionamento dos negócios, tal como é durante uma crise.

A dimensão e a escala das instalações que apoiamos variam bastante. O modo como abordamos cada uma delas depende das necessidades do cliente e das orientações dos governos locais e nacionais, dos reguladores do setor, das seguradoras e dos consultores de saúde.

“Centramo-nos no cliente e em tudo o que fazemos, ajustando a nossa abordagem às suas necessidades,” afirma Martin. “Isto pode envolver a criação de planos personalizados para clientes que operam em ambientes críticos, como instituições de saúde, em que a segurança dos pacientes e dos trabalhadores é fundamental, assim como a compreensão das medidas de controlo de infeções para garantir a confiança pública. Ou pode significar recorrer à nossa experiência para garantir que as casas de banho estão seguras e limpas, usando produtos inovadores e implementando novos procedimentos de limpeza.”

O papel decisivo dos nossos engenheiros no apoio aos clientes passou por garantir que os seus edifícios funcionassem de modo eficiente e seguro durante este tempo de crise. Isto significou usar a nossa experiência para planear cuidadosamente como ajudar os clientes a desocupar, a manter e depois a regressar aos seus edifícios, ajudando a manter as pessoas seguras no trabalho.

Martin Harvey, Director of Engineering & Asset Management, da ISS UK
Manter as instalações em funcionamento
Em Espanha, a nossa equipa de Serviços Técnicos apoiou a nível local, o cliente do setor farmacêutico Grifols, com planos de manutenção específicos, permitindo o encerramento dos escritórios enquanto a produção continuava a funcionar. A Grifols desenvolve plasma de sangue e produtos para ajudar a combater a Covid-19, pelo que a manutenção da sua atividade era vital. Ajudámo-los a redefinir instalações de AVAC, reforçando o ar novo e aumentando os protocolos de saúde.

É igualmente importante que os sistemas de ventilação funcionem de forma segura, garantindo que conseguem suportar qualquer carga adicional. Num dos nossos clientes da área da saúde, as nossas equipas dos Serviços Técnicos ajudaram um hospital a converter uma unidade de cuidados intensivos (UCI), enfermarias de recobro e áreas de receção de pressão positiva para pressão negativa, em conformidade com as orientações oficiais. Instalámos ventiladores de extração pelas janelas em enfermarias para aumentar o fluxo de ar para doentes de Covid e monitorizámos os níveis de oxigénio para ajudar a apoiar atividades críticas.

No setor comercial, temos apoiado bancos, incluindo o TSB, RBS e Danske Bank, a cumprir as exigências regulamentares enquanto mantinham as portas abertas aos clientes. E desenvolvemos planos de manutenção personalizados para sedes, data centres e unidades de produção para que pudessem funcionar em segurança.

Encerramento
No que se refere a supressões, as nossas tarefas foram muitas e variadas. Abrangendo desde o escoamento e encerramento de piscinas a grandes infraestruturas como refrigeração, ar condicionado e equipamento elétrico, bem como atividades de iluminação, ventilação e áreas de restauração.

E nalguns casos, tivemos que manter algumas áreas a funcionar enquanto outras eram encerradas. Por exemplo, desenvolvemos um plano para o Museu de Arte Contemporânea de Barcelona que permitiu que o museu encerrasse de forma segura, ao mesmo tempo que garantíamos que as condições necessárias para preservar as coleções de arte eram mantidas durante o encerramento.

Reabertura
Regressar ao normal não é tão simples como acender as luzes. Todos os locais precisam de uma preparação cuidada para garantir a segurança das pessoas.

“Para ajudar a reativar edifícios, as nossas equipas técnicas foram responsáveis por planear um regresso faseado e seguro às operações,” explica Martin. “Isto envolveu a redução do contacto físico a reavaliação de espaços de reuniões e áreas de descanso; repensar áreas partilhadas como restaurantes ou cantinas; e a introdução de rastreio sempre que necessário.”

Garantir locais seguros para o futuro
À medida que os confinamentos vão sendo levantados de forma gradual pelo mundo fora, estamos a ajudar as pessoas a regressar às suas instalações em segurança e de forma controlada, combinando procedimentos habituais com os que adquirimos durante a pandemia.

Iremos avaliar as necessidades dos clientes para compreender os serviços que irão realizar e identificar as alterações necessárias em termos de limpeza, manutenção e tecnologias. Muitos dos novos padrões de trabalho são ineficientes, por isso estamos a aproveitar o que aprendemos em diferentes setores e a aplicar abordagens inovadoras para reduzir estes problemas, como por exemplo a utilização de automação e a Internet das Coisas (IoT) para minimizar o contacto físico.

Mas isso não se resume apenas aos edifícios. Martin conclui: “Estamos a analisar o modo como podemos melhorar a experiência dos nossos clientes de outras formas, à medida que vivemos o novo normal. Isto abrange a higiene, a alteração de comportamentos, a redefinição de espaços e até estratégias para o modo como as pessoas se deslocam para o trabalho ou para as que estão em regime de teletrabalho.”

Deste modo, os nossos especialistas em Serviços Técnicos irão continuar a desenvolver novas tecnologias, equipamentos e serviços que podem ajudar a garantir um ambiente de trabalho seguro para os nossos clientes.

Mantenha-se atualizado/a

Solicite os últimos insights da ISS. Pode cancelar a subscrição a qualquer momento.

Subscreva

Histórias sobre pessoas, espaços e planeta

AS PESSOAS INFLUENCIAM OS ESPAÇOS

Mais de 40.500 clientes em mais de 30 países